quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Comer bem em Paris, pagando menos ou não, mas sempre comendo bem


































Onde comer bem em Paris. Apesar de que, pelo menos aqui em BH, come-se muito bem com o que gastamos em um Macdo de lá. Não estou falando somente de jantar chic, com vinhos, em restaurantes. Falo de comer legal, se alimentar bem durante o dia e mesmo à noite, turistando, sem grana sobrando no bolso. Já viram que falo da minha turma, aquela que aproveita mas não nada de braçada na grana e que não esconde grana na meia. Ódio!

Voltemos ao que é melhor. Vou citar novamente, atendendo a pedidos, uma listinha de restaurantes ( já falei sobre eles em outros posts, mas o povo é muito preguiçoso e quer tudo mastigadinho. Ninguém quer procurar. OK ! ).

La Crêperie des Canettes
É o típico bom e barato. Com crepes entre 7 e 9 euros, a creperia oferece refeições leves e ideais, antes de um concerto ou de um show. Todas as refeições respeitam as tradições da culinária parisiense e só usam farinha de trigo sarraceno.
10, rue des Canettes, 6ème.
Metrô: Mabillon, Saint-Sulpice ou Odéon - linhas 4 e 10

Bar du Marché
O local vale uma parada, nem que seja rápida para ter a experiência de um autêntico café parisiense. As mesas na calçada ficam sempre cheias com pessoas querendo beber, tomar sol, ler, conversar, ver e serem vistos.
74, rue de Seine, 6ème.
Metrô: Odéon ou Mabillon - linhas 4 e 10

Le Procope
O primeiro restaurante de Paris. Surgiu em 1686 como um lugar pras pessoas tomarem um café. Com a abertura da Comédie Française, o local tornou-se ponto de encontro de artistas, intelectuais e escritores. Nomes como Rosseau, Voltaire, Benjamin Franklin, Thomas Jefferson, além do trio Danton, Marat e Robespierre, se reuniam na casa para definir os caminhos da Revolução Francesa. Legal ver a placa na porta com a data da fundação e fazer comparações, tipo, nosso Brasil estava engatinhando.
13, rue de l'Ancienne Comédie, 6ème.
Metrô: Odéon - linha

Chez Aïda
Pra quem gosta de uma comidinha temperadinha, caseira, vá experimentar a culinária do Senegal. É uma delícia e o atendimento impecável. Fecha às quartas-feiras.
48, rue Polonceau
Metrô: Château Rouge - linha 4

Bouillon Chartier
É um restaurante ótimo que é frequentado pelo povão - trabalhadores e comerciantes - na hora do almoço. Super movimentado e rápido. Não se assustem quando pedirem a conta e o garçom fizer a soma no papel da toalha de mesa. Um barato ! Comida gostosa e vocês vão almoçar como um francês comum. Super tradicional. Foi fundado em 1845
41 da rue Monsieur-Le-Prince.
Metrô: Strasbourg Saint Denis - linhas 4 e 8

Julien
É um dos restaurantes mais chiquérrimos de Paris. Mais conceituado, comida ótima, caro e super in sempre. Podem colar o nariz no vidro, ler o cardápio e/ou entrar pra conhecer. Sem vergonha ! Vocês são turistas. Podem comer também. Quem sabe o carérrimo pra mim procês não é. Podem aproveitar também, se tiverem tempo, pra voltar pro centro da cidade pela mesma rue Saint Denis que é a rua das putas. Vocês vão ver as garotas procurando trabalho cada uma na porta do hotel ou casa ou beco ou sei lá. Sabiam que elas tem sindicato, carteira de saúde e vivem fazendo passeatas pra reivindicar seus direitos? O caminho é legal e sai no Halles, que não podem deixar de visitar também. O Julien fica no número 16 da Saint Denis.
Metrô: Strasbourg Saint Denis - linhas 4 e 8

Léon de Bruxelles
Mexilhão. Gosta de frutos do mar? O melhor e mais saboroso está no Léon de Bruxelles. Você come direto da caçarola, com o molho escolhido por você e acompanham as famosas batatas fritas belgas . Pode comer à vontade. Repetir e repetir (as batatas, claro!). São vários restaurantes espalhados pela cidade e pela França. O meu preferido é o da Champs-Elysées . É só entrar no site pra já ficar com água na boca.

2 comentários:

regina disse...

Adorei as dicas
bjs

Ieda Dias disse...

Que bom... Brigadim Regina. Some não
bjos

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...